17 Causas de Queda de Cabelo Masculino e Feminino

Existe alguns mitos e algumas verdades sobre o que causa a queda de cabelo nos homens e nas mulheres. E foi através de pesquisa que exibiremos para você a verdade e a mentira que se encontra por aí a respeito disso.

Por que meu cabelo está caindo?

Sabemos que os homens são mais propensos a perder seus fios de cabelo do que as mulheres, principalmente devido à calvície masculina.

Mas tanto a queda de cabelo quanto a perda de cabelo são também comuns entre as mulheres, e não menos frustrante. As razões podem variar do simples e temporárias (à deficiência de vitamina) ou de condições mais complexas, como uma condição de saúde subjacente por exemplo.

Em muitos casos, existem maneiras de tratar a queda de cabelo tanto do sexo masculino quanto feminino. Tudo depende da causa. E Aqui estão alguns motivos comuns e não tão comuns por que você pode estar vendo menos fios de cabelo em sua cabeça.

1- Estresse físico

estresse físico

Qualquer tipo de trauma físico (como por exemplo: cirurgias , acidente de carro, doença grave e até mesmo a gripe) pode causar queda de cabelo temporária (momentânea). Isso pode provocar um tipo de perda de cabelo chamado eflúvio telógeno.

O cabelo tem um ciclo de vida estabelecido:

  • a fase do crescimento
  • a fase do repouso
  • fase do derramamento.

“Quando você tem um evento muito estressante, pode afetar o ciclo do cabelo, (deslocando) mais cabelos para a fase do derramamento, explica o dermatologista americano Marc Glashofer. A perda de cabelo torna-se geralmente visíveis de 3 a 6 meses após o trauma.

O que fazer: A boa notícia é que o cabelo voltará a crescer a maneira que seu corpo se recupera.

2- Gravidez

queda de cabelo durante a gravidez

A gravidez é um exemplo de stress físico que pode causar a perda de cabelo. Perda de cabelo relacionados com a gravidez é vista mais naturalmente depois que seu bebê for gerado ao invés de realmente ocorrer durante a gravidez. “Dar à luz é muito traumático”.

O que fazer: Se você tiver essa experiência de perda de cabelo, a certeza de que seu cabelo vai crescer de volta em poucos meses. “É uma algo normal e ele voltará seu caminho para fora”, diz o Dr. Glashofer.

3- Excesso de vitamina A

vitamina A pode causar queda capilar

Medicamentos ou Suplementos contendo vitamina A em excesso podem provocar a queda de cabelo, de acordo com a Academia Americana de Dermatologia. O valor diário estimado para a vitamina A é de 5.000 unidades internacionais (UI) por dia para adultos e crianças com mais de 4 anos de idade. Suplementos podem conter de 2.500 a 10.000 UI.

O que fazer: Esta é uma causa reversível da perda de cabelo e uma vez que o excesso de vitamina A é interrompida, o cabelo deve crescer normalmente.

4- Falta de proteínas

Falta de proteínas resulta em queda de cabelo masculino e feminino

Se você não consumir proteína suficiente em sua dieta, seu corpo pode racionar proteína e desligar o crescimento do cabelo, de acordo com a Academia Americana de Dermatologia. De acordo com eles, isso pode acontecer cerca de 2 a 3 meses após uma queda no consumo de proteínas.

O que fazer: Existem grandes fontes de proteína em diversos alimentos, como por exemplo em peixes, carnes, e ovos.

5- Calvície masculina

calvície masculina resulta na queda de fios de cabelo

Cerca de 2 em cada 3 homens experimentam perda de cabelo em seus 60 anos de idade, e na maioria das vezes é devido à calvície masculina. Este tipo de perda de cabelo, causada por uma combinação de genes e hormônios sexuais masculinos (testosterona), geralmente segue um padrão clássico em que o cabelo nas têmporas recua, deixando uma linha fina em forma de M.

O que fazer: Existem alguns cremes tópicos como minoxidil (Rogaine) e medicações orais, tais como a finasterida que podem travar a perda de cabelo ou até mesmo fazer alguns fios de cabelo voltarem a crescer! Cirurgia de transplante ou enxerto de cabelo é também uma opção.

Entretanto recomenda-se fortemente seguir um tratamento natural que você pode conferir clicando aqui.

6- Hormônios femininos

pílula anticoncepcional pode fazer perder cabelo

Assim como as alterações hormonais durante a gravidez podem causar a queda de cabelo, o consumo/ingestão de pílulas anticoncepcionais também pode contribuir para a perda capilar. E pode ser mais provável se você tiver uma histórico na família onde algum parente seu tenha tido esse problema.

A alteração do equilíbrio hormonal que ocorre na menopausa pode ter o mesmo resultado. Os folículos pilosos vai miniaturizar e, em seguida, você começa a perder mais cabelo”. É o que diz o dermatologista Mark Hammonds do Scott & White Clinic.

O que fazer: Se isto estiver acontecendo com você, fale ou converse com seu médico sobre outros tipos de controle de natalidade ou métodos contraceptivos. Parar de tomar contraceptivos orais também pode causar ,raramente, perda de cabelo, mas isso é momentâneo, diz o Dr. Hammonds.

7- Hereditariedade

hereditariedade

Perda de cabelo feminino padrão, chamada alopecia androgenética ou androgenética, é basicamente a versão feminina de calvície masculina. “Se você vem de uma família onde as mulheres começaram a ter queda de cabelo a uma certa idade, então você pode ser mais propenso a essa perda capilar”, diz Dr. Glashofer. Ao contrário dos homens, as mulheres não tendem a ter uma calvície. Neste caso o que acontece é ter um afinamento visível do cabelo.

O que fazer: Assim como os homens, as mulheres podem se beneficiar de minoxidil para ajudar a crescer o cabelo, ou a manter o cabelo que você ainda tem, comenta o Dr. Glashofer.

Uma opção natural de tratamento para este caso pode ser conferida aqui.

8- Estresse emocional

estresse emocional faz cair cabelos

Embora o estresse emocional seja menos provável de causar perda de cabelo do que o estresse físico, ainda assim pode acontecer. Como exemplo, podemos citar casos de divórcio, após a morte de um ente querido, etc.

Muitas vezes, porém, o estresse emocional não vai realmente precipitar a queda de cabelo. Ele irá agravar um problema que já estava lá, comenta o Dr. Glashofer.

O que fazer: Enquanto não se sabe se a redução do estresse pode ajudar a recuperar seu cabelo, tomar algumas medidas para combater o stress e a ansiedade, como fazer mais exercícios físicos, etc. Melhorar ao máximo sua qualidade de vida.

9- Hipotireoidismo

hipotireoidismo reduz fios capilares

O hipotireoidismo é o termo médico utilizado para fazer referência à hipoatividade da tireoide. É uma pequena glândula localizada no pescoço e produz hormônios que são essenciais para o metabolismo, bem como o crescimento e desenvolvimento e, quando esta glândula não bombeia hormônios suficientes, pode contribuir para a perda de cabelo. Seu médico pode fazer testes para determinar a real causa.

O que fazer: medicação da tireoide sintético vai cuidar do problema. Uma vez que seus níveis de tireoide voltar ao normal, assim seu cabelo também voltará.

10- Anemia

queda capilar através da anemia

Estudos revelam que quase uma em cada 10 mulheres com idade entre 20 a 49 anos sofre de anemia devido a uma deficiência de ferro (o tipo mais comum de anemia). Você deve ir ao médico para fazer um exame de sangue para determinar com certeza se você tem este tipo de anemia.

O que fazer: Um simples suplemento de ferro deve solucionar o problema. Além da perda de cabelo, outros sintomas da anemia incluem fadiga, dores de cabeça, tonturas, pele pálida, e mãos e pés frios.

11- Deficiência de vitamina B

queda de cabelo - vitamina B

Níveis baixos de vitamina B são outra causa corrigível de perda de cabelo.

O que fazer: Assim como a anemia, a suplementação simples deve ajudar o problema. A vitamina B pode ser encontrada naturalmente em peixes, carnes, vegetais ricos em amido e frutas não cítricas. Como sempre, comer uma dieta equilibrada abundante em frutas e vegetais, bem como proteínas magras e gorduras “boas” (monoinsaturadas e poliinsaturadas), como abacate e nozes vai ser bom para o seu cabelo e sua saúde em geral.

12- Perda de cabelo relacionada com autoimunidade

queda capilar - alopecia areata

Isto é também conhecido como alopecia areata e, basicamente, é um resultado de um sistema imunitário hiperativo. “O corpo fica confuso,” diz o Dr. Glashofer. “O sistema imunológico vê o cabelo como um estrangeiro e o tem como alvo por engano, eliminando-o.”

O que fazer: As injeções de esteroides são a primeira linha de tratamento para a alopecia areata, que aparece como a perda de cabelo em manchas redondas sobre a cabeça. Outros fármacos, incluindo Rogaine, também podem ser utilizados. O curso da doença pode ser imprevisível, com o cabelo crescer novamente, em seguida, caindo novamente.

13- Tricotilomania

Tricotilomania - perda capilar

Tricotilomania, classificado como um transtorno do controle dos impulsos, leva as pessoas a compulsivamente puxar o próprio cabelo. É como uma espécie de mania, a pessoa está constantemente jogando e puxando seus cabelos.

Infelizmente, esta mania e costume pode realmente tirar da cabeça sua proteção natural: os cabelos. A tricotilomania muitas vezes começa antes dos 17 anos de idade e é quatro vezes mais comum em mulheres que em homens.

O que fazer: Alguns antidepressivos podem ser eficazes, mas terapia de modificação comportamental é outra opção interessante.

14- Estilos “agressivos” de cabelo

dreadlocks agride e faz cair o cabelo

Estilos radicais de cabelo e tratamentos ao longo dos anos podem causar queda capilar. Exemplos desse radicalismo incluem tranças apertadas, cabelo tece ou linhas de milho, bem como relaxantes químicos para alisar os cabelos, tratamentos a base de óleo quente ou qualquer tipo de produto químico áspero ou intenso calor elevado. Porque estas práticas podem realmente afetar a raiz do seu cabelo, podendo não voltar a crescer.

O que fazer: Além de evitar estes estilos e tratamentos, a Academia Americana de Dermatologia recomenda o uso de condicionador depois de cada shampoo, deixando seus cabelos mais secos, limitando a quantidade tratamentos e produtos não mais do que uma vez por semana.

15- Envelhecimento

queda capilar no envelhecimento

Não é raro ver a perda de cabelo ou enfraquecimento capilar em mulheres que entram em seus 50 e 60 anos. Especialistas no assunto ainda não tem certeza sobre o motivo disso acontecer.

O que fazer: Alguns especialistas não recomendam tratar nesta condição. O que se pode fazer é a utilização de truques para evitar a ruptura do cabelo e maneiras de manter seus cabelos parecerem brilhantes e saudáveis em seus anos 50 e acima.

16- Esteroides anabolizantes

esteroides reduz fios capilares

Se você tomar esteroides anabolizantes, você pode perder o cabelo, de acordo com a Academia Americana de Dermatologia. Esteroides anabolizantes podem ter o mesmo impacto sobre o corpo como a doença de ovário policístico (PCOS), como o mecanismo é a mesma, afirma o Dr. Hammonds.

O que fazer: Isso deve melhorar após a droga abandonar o organismo da pessoa.

17- Lúpus

lúpus

Outras doenças autoimunes tais como a lúpus também podem causar a queda capilar. Mais uma vez, é um caso de confusão de identidade: as células imunológicas começam a atacar o cabelo. Infelizmente, a perda de cabelo deste tipo forma uma “cicatriz”, o que significa que o cabelo não volta a crescer, afirma o Dr. Hammonds.

O que fazer: Se a perda de cabelo é leve, você pode querer experimentar um novo penteado para camuflar o dano. Cabelo curto, por exemplo, é mais forte do que o cabelo longo e pode esconder remendos calvos de uma forma mais eficaz e melhor.